Propriedades de Inibição Bacteriana

Os ácidos orgânicos do SoftAcid têm duas principais  funções antimicrobianas. A ação primária é realizada através acidificação do meio. A ação secundária provém da capacidade dos ácidos orgânicos de mudar da forma não dissociada para a dissociada na dependência do pH do ambiente, tornando-os agentes antimicrobianos eficazes.

Quando um ácido orgânico está na forma não dissociada, este pode se difundir livremente através da parede celular semi-permeável de micro-organismos. Uma vez dentro da célula, onde o pH é mantido próximo de 7, o ácido vai dissociar  e o pH diminui, destruindo o microorganismo.

Além disso, há fortes indícios de que a porção do ácido lignosulfônico de SoftAcid tem um efeito inibitório sobre a formação de biofilmes bacterianos, provavelmente pela sua ligação  a proteínas específicas da parede celular da bactéria envolvidas no processo químico de sinalização (quorum sensing) responsável por controlar a densidade populacional bacteriana. Além disso, as moléculas de ácido lignosulfônico irão interagir com as proteínas extracelulares em uma matriz de biofilme já formada, inviabilizando a estrutura deste, tornando as células bacterianas mais suscetíveis à ação antimicrobiana dos ácidos orgânicos.

Tabela: Inibição bacteriana em biofilme:

Bacterial inhibition web PORT