Peletização de matérias primas

Peletização de matérias primas

A Borregaard LignoTech é uma das principais produtoras de aglutinantes para peletes à base de lignina com mais de 30 anos de experiência em peletização de ração. Nos últimos anos o aumento da utilização de peletes para outras finalidades (biocombustível, otimização de armazenamento e nutrição animal) aumentaram significativamente. A utilização dos aglutinates LignoBond DD e PellTech para este fim tem o objetivo de proporcionar os seguintes benefícios:

  • Melhorar a durabilidade do pelete
  • Melhoria da qualidade física do pelete
  • Redução de pó (finos)
  • Melhoria da eficiência da peletização
  • Redução dos custos de energia

O processo de peletização de matérias primas é utilizado em segmentos como nutrição animal e biocombustíveis. Na nutrição animal a peletização ocorre com farelo de soja e polpa cítrica entre outros. 

A utilização de aglutinantes para peletização  de farelo de soja e polpa cítrica resulta nos mesmos benefícios da peletização de ração:

  • Melhora consistente na qualidade/durabilidade (PDI) do pelete
  • Redução no consumo de energia
  • Aumento das taxas de produção
  • Redução de paradas da matriz
  • Melhoria na rentabilidade da fábrica

Na combustão de biocombustíveis, a peletização de bagaço de cana-de-açúcar ocorre com o objetivo de queima para produção de energia.
Os peletes de sub-produtos provenientes  da indústria de biocombustíveis são considerados fontes de energia renováveis​​. Ao contrário dos combustíveis fósseis, os biocombustíveis podem ser renovados em curto espaço de tempo.

Quando estes peletes queimam, dióxido de carbono é emitido é liberado na atmosfera com os gases de combustão. Florestas em crescimento utilizam o dióxido de carbono para a formação de biomassa e o ciclo do dióxido de carbono é assim fechado.  Portanto, o dióxido de carbono emitido com a queima dos biocombustíveis não aumenta a quantidade deste composto já existente na atmosfera.

Vantagens e desvantagens da queima de peletes:

- Redução dos custos operacionais (Eletricidade e Óleos)
- Combustível renovável
- Baixas emissões de compostos prejudiciais ao ambiente
- Otimização de espaço de armazenamento
- Otimização de mão-de-obra

Ref: Agência Sueca de Energia www.energimyndigheten.se